• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   14-02-2016

      Prezados membros do Fórum do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores do fórum. Os requisitos são:
        Pelo menos 1000 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
guto501

Medindo a corrente maxima de um trafo

25 posts neste tópico

Eu tenho um trafo aqui, pelo visto deve dar mais de 10A, ja vi tópicos que é usado um resistor para ver quando a tensão cai tantos porcento. mas eu não tenho um medidor de corrente ac, e nem um resistor com potencia muito alta...

Não entendi muito bem, mas quando por exemplo a tensão cai 10% em um trafo que no secundário larga 10v, usando um resistor de 10ohms, usando U=R.i ai 9=10í i=0,9A. Seria assim q se calcula? valeu

Vi também que tem algumas pessoas que calculam a corrente máxima do trafo a partir da área do mesmo. Esse método é confiável? se for, como se calcula?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu tenho um trafo aqui, pelo visto deve dar mais de 10A, ja vi tópicos que é usado um resistor para ver quando a tensão cai tantos porcento. mas eu não tenho um medidor de corrente ac, e nem um resistor com potencia muito alta...

Não entendi muito bem, mas quando por exemplo a tensão cai 10% em um trafo que no secundário larga 10v, usando um resistor de 10ohms, usando U=R.i ai 9=10í i=0,9A. Seria assim q se calcula? valeu

Vi também que tem algumas pessoas que calculam a corrente máxima do trafo a partir da área do mesmo. Esse método é confiável? se for, como se calcula?

Amigo, não tem de fazer cálculo nenhum... não se trata de calcular e sim medir..

Quando a corrente de saída for tanta a ponto da tensão no trafo cair em 10% do valor em aberto significa que já tens ai muita perda e que a tensão já baixou de um tanto que é altamente aconselhável parar de puxar energia do mesmo. Essa será a corrente típica que considero limite..

É o máximo de corrente que ele oferece??? Não, se puxares mais, mais corrente ele, o transformador, entregará, mais cairá a tensão, mais aquecerá, mais inútil será...

Sim pelo volume do trafo ou da área dó bobinado dá para saber mais ou menos da potência que ele pode manipular. Ai então, como P=IxV, sabendo, ou medindo o V, i será igual a P/V.

Que falem os entendidos em enrolamento como avaliar a potência do trafo pelo seu volume de ferro... Ou pela área da secção de bobinado..

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ok, tenho imagens deles:

Esse ai entra 220v e sai 32v. (primeiro trafo)

SAM_0539.JPG

Essa imagem mostra a grossura do fio.

SAM_0542.JPG

Essa trafo ai entra 220v e sai 11,7v. (segundo trafo)

SAM_0538.JPG

Essa imagem mostra a grossura do fio.

SAM_0545.JPG

Se juntar os fios do secundário do primeiro trafo, ele funcionaria como um resistor? tipo, usando no primário U=R.i ~> 220=29.i ~> i=7,6A. ai eu sei que não vai passar de 7,6A que entra, certo?

Fazendo o mesmo com o segundo trafo, U=R.i ~> 220=50.i ~> i=4,4A

Eu poderia usar o segundo trafo como resistor para medir a corrente máxima do primeiro? ligando ele em serie com o multimetro(para medir a corrente alternada), como o segundo trafo e com o primeiro?

Valeu ^_^

Editado por guto501

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Usar o transformador em curto como um resistor???? Não amigo, saia dessa..

O melhor modo, pelo menos para mim, é adotar como resitor uma (ou parte de uma) resistência de chuveiro..

Resistnciasexpostasparachuveiro.jpg

Espiche (pouca coisa, só para separ as voltas), sobre uma base com pregos nas xtremidades para segurar, e use partes da resistência pinçando-as..

tomarpedaodaresistncia.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bah, nem tinha pensado nisso, valeu mesmo faller! Mas eu não tenho um medidor de corrente alternada, então posso usar o multimetro para medir a tensão do trafo enquanto uso a resistência do chuveiro? Assim, quanto o valor cair 10% (da tensão), é só eu medir a resistência que aquele pedacinho da resistência do chuveiro tem e usar a formula U=R.i?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bah, nem tinha pensado nisso, valeu mesmo faller! Mas eu não tenho um medidor de corrente alternada, então posso usar o multimetro para medir a tensão do trafo enquanto uso a resistência do chuveiro? Assim, quanto o valor cair 10% (da tensão), é só eu medir a resistência que aquele pedacinho da resistência do chuveiro tem e usar a formula U=R.i?

Não, não vai funcionar...

Uma resistência ao aquecer aumenta seu valor de resistência.

Faça um teste para ver

Pegue uma lâmpada de 110 Volts 100 Watts.

Sabendo que a potência de uma lâmpada se dá pela equação P = V x V /R

R = V x V /P ou

R = 110 x 110 / 100 = 121 Ohms

Agora meça (a frio claro) a resitência dessa lâmpada e vais ter alguma coisa próxima aos 5 a 10 ohms

Sua resitência mudou, com o calor da lâmpada ligada, ficou cerca de 20 vezes maior...

Claro que a resistência do chuveiro não vai aquecer tanto nem vai aumentar tanto assim mas vai introduzir erro com certeza..

Para minorar o problema adapte o teste para que a resistência aqueça (aumente sua temperatura) o mínimo possível, usando muita resistência e uma resistência mais grossa (para chuveiros de 110 Volts) e mergulhando a mesma num balde de água.. O erro não desaparece mas pode ficar não significativo..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando fiz o curso de elétrica em 74 aprendi a calcular transformador e a potência era dada pela multiplicação da secção transversal da coluna central do transformador, não tenho certeza mais acho que era mais ou menos assim:

Se a coluna do meio tivesse 20 mm x 30 mm, a potência admitida para aquele núcleo seria P= 20 x 30 = 600 W mas não tenho certeza.

Amigo, não tem de fazer cálculo nenhum... não se trata de calcular e sim medir..

Quando a corrente de saída for tanta a ponto da tensão no trafo cair em 10% do valor em aberto significa que já tens ai muita perda e que a tensão já baixou de um tanto que é altamente aconselhável parar de puxar energia do mesmo. Essa será a corrente típica que considero limite..

É o máximo de corrente que ele oferece??? Não, se puxares mais, mais corrente ele, o transformador, entregará, mais cairá a tensão, mais aquecerá, mais inútil será...

Sim pelo volume do trafo ou da área dó bobinado dá para saber mais ou menos da potência que ele pode manipular. Ai então, como P=IxV, sabendo, ou medindo o V, i será igual a P/V.

Que falem os entendidos em enrolamento como avaliar a potência do trafo pelo seu volume de ferro... Ou pela área da secção de bobinado..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O melhor modo, pelo menos para mim, é adotar como resitor uma (ou parte de uma) resistência de chuveiro..

É simples assim. É a maneira mais pratica e bem eficiênte.

medirc2.jpg

Editado por Rafael.R

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faller, assim eu teria que medir a resistência dela ligada em baixo da agua, não vou queimar o meu multimetro? pois no manual dele diz que não posso medir resistência enquanto estiver passando carga por ele.

Rafael, se eu usar uma retificação, de quantos amperes ela deveria ser? talvez comprando uma de 10A ela queime...

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que eu vi na foto o secundário do seu trafo não tem tomada central. Providencie uma ponte retificadora de mais de 15A, são baratinhas.

Olha ai uma de 35A: http://www.proesi.com.br/site/produtos/detalhe/929/228/ponte-retificadoraponte-retificadora-monofasica/kbpc3510-ponte-retificadora-monofasica-35a-1000v

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ah, valeu, eu achei que eram bem mais caras, digamos eu que compre um retificador de 30A, se o trafo entregar 15A, vou precisar de dissipador? Vi ate la no site, do link que você deixou, um de 50A, acho que vou comprar esse, mesmo assim preciso de dissipador?

Editado por guto501

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Faller, assim eu teria que medir a resistência dela ligada em baixo da agua, não vou queimar o meu multimetro? pois no manual dele diz que não posso medir resistência enquanto estiver passando carga por ele.

Amigo, em etapas por favor...

A primeira: Ligar o transformador a carga, a resistência do chuveiro, que se encontrará imersa, monitorando a tensão de saída do transformador..

A segunda: Ir variando o tamanho de resistência tomado, desde um valor de maior tamanho, reduzindo o mesmo, monitorando a tensão até que caia 10% de seu valor original...

A terceira: Sabedor do tamanho da resistência que provocou a queda de 10% na tensão do secundário do transformador, desligue tudo da rede elétrica e meça agora com seu multímetro o valor dessa resistência... Não é para medir a resistência quando ela estiver alimentada...

A quarta: Calcule e terás uma boa ideia do valor da corrente, com o menor erro induzido possível, uma vez que a resistência, imersa, não deve ter tido sua temperatura aumentada em muito, no teste..

I = V / R

Simples...

Nota adicional: Não é necessário que entres dentro d`água, e mergulhe, para medir a resistência imersa...:D:D:D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hehe, só as ponteras do multimetro iriam ficar em baixo da água =p

Valeu pela explicação ai :lol:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não estou com muito tempo livre essa semana para medir a corrente máxima, mas digamos que deu 15A, variando 10% a tensão, eu quero usar um resistor para limitar a corrente em 10A, alguem teria como fazer um circuito para min? Para varia a tensão em +/- 1,2v ate 32v ou ate 40v?

Meu amigo fez em uma fonte atx, com dois potenciometro, um variador de tensão e um de corrente máxima, ficou de 3,3v a 24v e de quase 0 a 12A. Teria como fazer o mesmo para min, só que variando de quase 0 a 10A?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo guto501, montar uma fonte com corrente variável é um pouco mais difícil e tem muito pouco uso prático para a maioria dos robistas que usam fontes em suas bancadas. Te digo tranquilamente que você pode dispensar isso.

Um esquema de fonte ajustável tem aos milhares, olha mais uma:

00906001.jpg

Mamão com açucar!

Editado por Rafael.R

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu conheço essa sua fonte Faller, achei muito boa, mas o meu trafo é de 32V e não de 20V... teria como alterar um pouquinho o circuito dessa ai para servir com o de 32V?

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Da na mesma, mas o regulador vai funcionar no limite. O problema é a diferença de tensão vs corrente que pode ferver os componentes por causa dessa tensão alta de 32V.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu conheço essa sua fonte Faller, achei muito boa, mas o meu trafo é de 32V e não de 20V... teria como alterar um pouquinho o circuito dessa ai para servir com o de 32V?

Valeu

Ai tu estás ferrado...

Raciocine comigo..

32 volts retificando e filtrando vai a um pico de 32 x 1.41 = 45 Volts.

Isso dai já não dá mais para usar os CIs convencionais para fontes estabilizadas..

Se imaginas tirar 10 Amperes dai, imagina quando estás com tua fonte ajustada para 5 Volts e tirando 10 Amperes dela.

A dissipação sobre quaisquer que sejam os elementos série será de (45-5) x 10 = 400 Watts.

Isso não é fonte e sim um aquecedor. Imagine um dissipador em volume equivalente a 3 a 4 dissipadores de CPU e com fans ainda para poder dissipar tudo isso dai..

Em segundo lugar, se o transformador for esse dai,

Trafo-1.jpg

pelo tamanho, sem muita chance de errar, não tiras dele mais do que uns 100 Watts, se tirar. Isso vai dar em 32 Volts corrente da ordem de 3 Amperes somente. Cheque, meça..

Se leres as minhas dicas por ai afora, no tocante a fontes, nunca as recomendo nessas tensões exdrúxulas.. de zero a 40 volts, complica demais para fontes lineares, pela dissipação..

Acho que tens um problema por ai.. e terás, com esse transformador, de fazer uma fonte totalmente discreta, só com transistores e não CI's, e de 3 Amperes no máximo dos máximos.

Editado por faller

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ok, não sabia que precisava dissipar tanto... mas vivendo e aprendendo.

Valeu :)

Em fontes estabilizadas lineares sempre terás uma tensão de entrada, um elemento regulador e logo a carga, e a tensão de saída..

A diferença entre a tensão de entrada e saída x a corrente da carga será dissipada pelo elemento série, pelo regulador, transistor de potência, o que seja..

O pior caso de dissipação se dará quando a fonte estiver entregando a mais baixa tensão de saída com a mais alta corrente.

Se tiveres uma fonte cuja tensão de entrada for de 45 Volts entregando 3 Amperes qua seja a uma tensão de 1,5 Volts, a dissipação será de

Pdiss=(45-1,5) x 3 = 130,5 Watts, que é potência para mais de metro. Equivale a de uma CPU com OC pesado, daquelas que o pessoal geralmente usa Water Cooler para arrefecer..

Por isso sempre recomendo fazer fontes de bancada com tensões até 15 a 20 Volts e com correntes da ordem de 5 Amperes no máximo..

É óbvio que o transformador de entrada não pode ter sua tensão muito elevada... Coisa de 18 Volts AC no máximo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora