• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   14-02-2016

      Prezados membros do Fórum do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores do fórum. Os requisitos são:
        Pelo menos 1000 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Mr Burns

Como é ser um Linuxer...

16 posts neste tópico

Bom galera, muitos aqui me conhecem, pois fico aqui quase sempre q dá tempo... Tiro minhas dúvidas, esclareço algumas coisas para a galera iniciante... Em geral, gosto de fazer tudo ligado ao meu adorado Linux. Mas mesmo para quem não me conhece, fica uma pequena historia da minha humilde vida...

Nesses últimos dias, estive fazendo um apanhado metal de tudo q já passei nos meus quase 3 anos de Linux. É um tempo muito curto, mas o que se vê, aprende e se vive é uma historia muito longa... Mas vou tentar resumir.

Bom, ser um usuário Linux, ou como chamamos Linuxer, é ter certeza de ser diferente de tudo q é padrão q a sociedade vive. É como se fosse algo "exótico", totalmente fora dos padrões...

É incontestável o domínio q o Windows tem no mercado. Razão pra isso? Bem, a uma coisa q somos todos obrigados a reconhecer: Foi o primeiro sistema q realmente se preocupou a fazer com q usuários quase q totalmente leigos mexam em um computador, sem saber conceitos avançados da computação. Isso aproximou muita gente da informatica e com foi criado mais um padrão q qualquer ser humano deve seguir PARA NÃO SER CONTEXTADO.

Estar no meio de usuários de Windows e declarar q você usa Linux é algo totalmente diferente. A sensação é algo indiscritivel dependendo da reação de quem está perto de você. Uns fazem aquela expressão de "Ooooh! Ele é um guru!!"; outros contestam porque você está nadando contra a correnteza... Outros até levam isso como motivo de deboche (SIM!! Isso é verdade!) e "alfinetadas" mais fortes... Esse última é q lhe dá a pior sensação e, dependendo da personalidade q a pessoa tem, pode criar um Xiita (aqueles q dizer q só mexem com o Linux, q o Outro sistema é uma porcaria!!), ou um ex-Linuxer. É muito triste ser visto assim...

Mas como q, com esses caminhos q podem ser "ditados" pela sociedade, eu encontrei forças para continuar com Linux e me apaixonando por este sistema? Bom, simples de mais responder isso!! C-O-N-H-E-C-I-M-E-N-T-O. Não o que já se tem... Mas sim o que se pode adquirir!!!

Saber Linux não é ser expert na computação... Não... É simplesmente ter sempre sede de entender o que rola por trás de um clique naquele botão... Como q uma coisa influi na outra. Sabendo isso, você será capaz de entender tranquilamente qualquer sistema operacional!! Ou, para um usuário comum de computador, é, simplesmente, não ser mais um seguidor do que todos dizem q você tem q fazer e ser. É simplesmente ter uma opção q não é o que a maioria escolheria...

Nestes meus quase 3 anos, o q mais senti foi um pouco de repúdio por parte das outras pessoas por eu querer fazer e seguir, com tanto amor e dedicação, algo diferente. Fui questionado inúmeras vezes, ao ponto de perguntarem para mim como q posso gostar de "uma porcaria" q não tem futuro, não serve pra usuários finais e q, principalmente, não paga meu meu salário e, consequentemente, estudos... Esta, q seria para ser o soco na boca do meu estômago, causando uma tremenda falta de ar (ar q iria suprir minha necessidade de respirar Linux), acabou se tornando minha principal fonte de energia: PROVAR Q POR ISSO SIM VALE a pena LUTAR!!

Não quero nadar contra a correnteza das águas do mercado de trabalho... Pelo contrário! Estudo sim Microsoft sem ser xiita (essa é coisa mais estúpida pra mim: ser um xiita). Mas mesmo assim, quero abrir meu "leque profissional"... Estar preparado para lá na frente usar... Estar preparado para dar um sim ao meu cliente q me pede para configurar sua rede com o Linux e Windows e/ou outros sistemas, mesmo não sendo obrigação minha. Esta é minha motivação, e sempre será meu ideal!!! Gosto de ser diferente. E isso não vão mudar...

Reconheço abertamente a todos q eu não conheço tudo... Pra ser sincero eu não sei nada em relação o que existe. Digo sinceramente q não conhece de rede Linux, AINDA, não tenho conhecimento avançados de configuração no kernel, AINDA. Mas isso tudo é minha motivação: APRENDER AQUILO Q NÃO SEI!! Conhecimento para mim é um bem de valor inestimável... E isso não se ganha, mas sim se conquista.

Esta é pequena parte de minha história...

Jefferson Xavier

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Mr.Burns! Eu tb procuro saber mais sobre o Linux. Eu em pouco tempo de uso de uma distro Linux, já consegui muitas coisas que não achava possível. Mas estudei livros, tutoriais de Linux e estou avançando bem! Mas Linux tem uma infinidade de coisas a se descobrir, desde o Kernel até programação em Linux. Mas uma coisa acho interessante. Linux não é mais o sistema de servidores, mas está se tornando um sistema p/ desktop. Falta muita coisa ainda p/ deixar o Linux, um sistema perfeito. Mas vamos lutando p/ isso!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mr. Burns e amigos do forum,

Saudações!

Acho que existem basicamente 2 tipo de usuários de computadores (estou falando de usuários e não de desenvolvedores ou profissionais que vivem disso):

O primeiro é representado pelas pessoas como você e muitos outros freqüentadores deste forum que querem saber um pouco mais do que simplesmente saber usar; qurem ter um domínio maior, fuçar além do necessário, deixar o sistema com sua cara.

O segundo é representado pelas pessoas que encaram o computador como um simples instrumento de trabalho, de estudo ou de lazer: navegar na Internet, gerar planilhas, escrever textos, ouvir músicas, assistir um filme e jogar.

Eu pertenço ao primeiro grupo. Comecei mexer o computador começo de década de 80 num Apple, depois um XT com PC-DOS, depois MSDOS. Quando apareceu Mac e depois Windows, eu torcia o nariz: que besteira de usar mouse! Para mim tudo tinha que ser no teclado numa tela preta (ou verde ). Tinha maior orgulho de saber programar em Assembly (pouca coisa) e em Basic, mexer no debug (do DOS). Aí de repente fiquei sabendo do tal de Pascal e linguagem C. Apareceram Turbo Pascal e Turbo C, que geravam códigos em linguagem de máquina, incomparavelmente mais rápido do que Basic interpretado e muito mais fácil de programar do que em Assembly (e mais rápido p/ programar também). Para a minha felicidade, apareceram também Turbo Basic e TASM/TLINK. Até hoje tenho os programas que fiz (tudo para DOS) e alguns deles ainda uso (via DOSEMU). Enquanto isso Windows crescia, mas eu continuava com DOS. Mas, quando a Internet chegou, não deu mais, pois os programas para navegar só funcionavam no Windows. Aí acabei comprando OS/2 Warp 3 e logo depois Win98 SE. Mas, faltava algo, pois no DOS eu tinha um domínio quase-completo, mexia na memória, eu mesmo escrevia os programas residentes... No Windows as coisas já eram mais restritas (acho que parei no tempo).

Mas, para a felicidade geral da nação, fiquei sabendo existia um unix de graça, o tal de slackware. Infelizmente nem consegui bootar. Logo depois, apareceu RedHat. Foi amor à primeira vista. Mesmo que a maioria dos dispositivos não funcionassem, eu estava feliz. Quantas vezes eu tive que devolver documentos ou planilhas pois não eram compatíveis com os que eu usava no Linux? Hoje temos compatibilidade quase que 100%. Até hoje, meus amigos mais antigos só me enviam email em texto puro. A cada versão, as coisas melhoravam. Hoje, o meu Fedora 2, é quase tudo automático. Até a sincronização do Palm, ripagem dos CDs (lê no CDROM e grava no CDRW com um clique), sincronização de dados com notebook (via wireless, após 2 horas da manhã)... por aí vai. Hoje aqui em casa temos 4 PCs todos rodando Fedora Linux. Até meu filho de quase 4 anos mexe no Linux. O primeiro contato da minha esposa com um computador foi com um que rodava Linux.

Estou longe (muito longe) de dominar o Linux, mas me sinto muito a vontade e feliz por poder ajustá-lo ao meu modo. Poucas pessoas conseguem ver a vantagem desta liberdade, principalmente os usuários do Windows.

PS1: não sou profissional do ramo de informática. Sou apenas um usuário (curioso) final.

PS2: Mr. Burns, você teve alguma coisa relacionada com fedorabrasil.com.br ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera tb estou comçendo a vida no LINUX, me interessei por este sistema há três meses atrás, confesso que está MUITO difícil p/ mim. Algumas barreiras já quase me fizeram desistir disto, por exemplo:

- Na empresa em que trabalho mudamos a base p/ LInux Mandrake 10, até aí tudo bem, os computadores funcionam sem travar, roda o Oppenoffice, internet, etc... Mas tem um ítem q não funciona bem:

Temos um computador que funciona como um servidor de impressão, conectado a elel temos duas impressoras: Hp 2210 (multifuncional) e uma Hp Laserjet 4000. Quando um usuário de nossa rede pede p/ imprimir um documento (DOC, PDF, XLS, etc) que tem tabelas, gráficos, figuras ou é muito extenso. A bendita impressora não imprime, ela trava.

Gostaria de saber se na experiência de vocês, que li e achei muito bonita, vocês poderiam ajudar alguém q está precisando.

Como faço p/ esta impressora imprimir normal quaquer tipo de arquivo?

Abraços p/ todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu uso Linux pra aprender.

Nego que fala pra min, que não tem futuro e pouco usado, to nem ai, ele não vai pagar minhas contas.

Muito raro eu ajudar agora, e sempre as mesmas perguntas, não ta satisfeito use Windows.

Eu uso Linux a 4 anos, me considero um iniciante, não crie nenhum patch pro Kernel, não corrigi nenhum bug, não traduzi nenhuma documentacao. Ate hoje so achei 1 bug e notifiquei, era coisa simples, o instalador tava escrito com o numero da versao errada, na hora do ./configure era crash.

Uma coisa que sempre fiz errado, ficar sempre querer ter a ultima versao de cada programa.

Outra coisa sempre gostei do opensource, mais tenho gostado mais da licença BSD, e menos da GPL.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

uso linux a pouco tempo, uso pra aprender também, e tento sempre desenvolver, mudar, inovar as coisas ! não saco nada ainda mais, duvido que linuz, cox, stelman nasceram sacando !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uso o Linux a uns 3 ou 4 meses...

Estava maravilhada com o sistema e mas ainda por ser gratuito!!!

Livre finalmente!!!

Mas aí um amigo me disse:

"O linux ainda é gratis?" "Então eu não quero usar!" "Por enquanto é o windows que dá emprego e não o linux!" Se todos migrarem para linux e a microsoft fechar, milhares de pessoas ficarão desempregadas!!"

É uma questão, mas eu ainda prefiro não pagar salario pra ninguém, visto que eu não tenho essas condições.

Se ainda fosse um preço menor para um sistema com menos bugs, mas está sempre nas noticias: "microsoft divulga problema sério no internet explorer... no messeger... no office... no windows..." Eles estão sempre com graves problemas de segurança e oferecem milhoes de bytes para o conserto... arg!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por shang_tsung@11 nov 2004, 22:42

Mas uma coisa acho interessante. Linux não é mais o sistema de servidores, mas está se tornando um sistema p/ desktop. Falta muita coisa ainda p/ deixar o Linux, um sistema perfeito. Mas vamos lutando p/ isso!

Bom, eu estou estudando Windows 2003 e vejo q até para Server o sistema MS é muito tranquilo... Mas não acho q Linux não é mais para servidor... Ainda é mt bom para servidor. Só q ele está tendo muito mais distribuições voltadas para usuários finais. Está ficando cada vez mais amigavel...

E lili_honey, eu tb ouço quase q todo dia esta historia de Linux não dá emprego... Muito ruim escutar isso...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Kobal disse:

Uma coisa que sempre fiz errado, ficar sempre querer ter a ultima versao de cada programa.

Você tocou num ponto muito importante. Se seu sistema está funcionando bem, não convém ficar mudando de estrutura, masmo que seja para a versão mais nova. Se está curioso, é melhor experimentá-lo num sistema de teste e quando estiver plena certeza que terá vantagens da troca fazer o upgrade. Eu também tive muita dor de cabeça instalando kernel a cada release candidate, os programas beta e previews.

Kobal disse:

Outra coisa sempre gostei do opensource, mais tenho gostado mais da licença BSD, e menos da GPL.

Mais uma vez concordo contigo: a licença do BSD é muito mais flexível, dando muito mais liberdade do que GNU/GPL.

Gosto muito do Linux e é o sistema que eu uso, mas gostaria de ver BSD crescendo. Um dia crio a coragem de instalar um desses BSDs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa parte de sempre atualizado é relativa... se for pra corrigir falhas é bom. Mas se for pra novos recursos depende da necessidade. porque novos recursos podem trazer mais probabilidade de falhas....

Isso q vocês disseram é nada mais q a filosofia Debian.

Ah, e se alguem aí mais quiser contar sua experiencia como Linuxer fica a vontade...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

blwzaa?

talvez eu seja um caso um pouco diferente do de vocês, mas vai aqui um pouco sobre eu.

quando eu tinha 8 anos eu fui numa excursão da escola visitar uma faculdade. lá tinham os CP500 da vida e coisa e tal... logo eu vi uma espécie de MS-DOS, mans não era dos... era o UNIX

(...) a história é meio cumprida, então vou pulá um pouco.. hehehehe... (...)

no meu primeiro computador (um Lentium 200 MHz c/ 16 de RAM) eu tinha instalado o Caldera Linux junto com o windows 95. não funcionava nada nele... hehehehe... eu levei 3 meses pra instalah...

(...)

um dia o vírus chernobyl comeu meu HD. eu fiquei P da cara!! perdi meu trabalho d escola q eu precisava entregar na próxima semana!! será que todo computador pega vírus?? mesmo eu usando 3 anti-virus.....

(...)

meu HD tava lotado. dos 40 Gb só restavam 50 Mb. o jeito era apagar o sistema operacional (windows 98 na época) e ficar só com o kurumin bootando do CD. na época foi uma coisa arriscada, pois eu nunca tinha usado Linux "pra valer", eu tinha ele apenas como um lazer... pra "ver como é o bicho". meus arquivos até então moravam no windows..

(...)

há 1 ano e 4 meses atrás meu windows 98 (uma instalação rápida e pequena de duas semanas atrás) bichou. além do mais não funcionava nada nele. nem som... nem vídeo.... nem nada!! desde então usei o /dev/hda1 como swap.

(...)

quando eu comprei o CyberBOOK ele veio com o Windows XP pirata. meti qtparted nele e hoje em dia conto com 5 distros diferentes (debian, slackware, mandrake, kurumin e o freebsd), além do mais tenho o UNIX rodando em uma máquina virtual. sem me preocupar com vírus, sem spyware, firewall de 50Kb, sem spam e curtindo a vida.

meu conselho é: revejam seus conceitos quanto ao sistema operacional. problemas com o sistema operacional correspondem á mais de 90% dos problemas dos micros

eu não sou profissional de informática, nem mesmo me interesso muito por computadores. mas vejo que usar Linux é uma grande e significativa vantagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por HardSoft@12 nov 2004, 00:05

PS2: Mr. Burns, você teve alguma coisa relacionada com fedorabrasil.com.br ?

Não... porque? Tem alguem lá com esse nome tb?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera algum de vocês sabe configurar o servidor CUPS?

Estou precisando de um HELP URGENTE!!! :cry:

Valeu galera

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0